quinta-feira, 22 de julho de 2010

Birras...

Estas três últimas noites não sei o que se passa com a Rita.
A partir das 21h da noite é birra, choro, parece que fica fora de si, porque não quer ir dormir, porque não quer lavar os dentes, porque não era aquela história que queria que eu lhe contasse, porque afinal já era, porque quer leitinho ou porque afinal já não quer...

Só visto, porque contado nem dá para imaginar. E só me quer a mim, o pai nem pensar... Eu passada 1h30 já estou pelos cabelos e nas três noites experimentei coisas diferentes... Na primeira gritei, dei-lhe umas palmadas e não resultou... na segunda metia de castigo no quarto, mas também não resultou e ontem tentei fazer-lhe as vontades todas, também em vão, pois ela nem sabia o que queria... Gritou tanto que o avô hoje até me ligou a perguntar o que se tinha passado ontem...

Hoje vou tentar uma nova abordagem... Vou deitá-la (ou tentar) mais cedo juntamente com o mano que já tem a cama no quarto dela. Conto uma história aos dois e adormeço os dois ao mesmo tempo. Pode ser que ela assim não se enerve, não se exalte e durma bem.
(A esperança é a ultima a morrer...)

Sem comentários: