quarta-feira, 24 de março de 2010

Ortopedista

E lá fomos eu e a Rita à consulta que estava marcada desde Dezembro...

Ele confirmou o que a outra Dra. tinha dito, ou seja, ela não tem problemas de costas e quando diz que lhe doi é por imitar os adultos que dizem a mesma coisa ou é simplesmente para chamar a atenção.

Mas ao observá-la, e após a 'torcer' para todos os lados, perguntou-me se ela não costuma cair muito, perguntou se ela sabia andar de bicicleta e perguntou se ela a andar não parecia uma trapalhona desengonçada... Eu até achei piada, pois ele acertou em tudo.

Cair é com ela, não andasse ela sempre cheia de nódoas negras. Trapalhona a andar nunca vi pior, sempre a tropeçar em tudo e em todos. Andar de bicicleta  ando a ensinar-lhe há bué, mas dar aos pedais é mais bolos...

E então afinal existe uma explicação para ela ser assim, ela tem as articulações 'relaxadas' como ele diz, ou seja, tem muita elasticidade (consegue por exemplo tocar com o polegar no braço com a maior das facilidades), ainda não tem os musculos fortes e como tem bastante peso torna as coisas piores...
Ele disse que isto é genético, ou seja, alguém da família também deve ser assim e pensando bem realmente eu também ando sempre a cair e torço os pés muitas vezes... a elasticidade é que já não é o que era ;-).

Também é por este motivo que ela tem a barriguita mais saliente (afinal não é só por ser gordinha ;-)), pois não anda com as costas direitas.

O facto dela meter os pés para dentro também é por causa disto, pois o problema vem desde a bacia. Como os musculos e as articulações estão mais relaxadas, é mais fácil para o próprio corpo colocar os joelhos e pés para dentro. Ou seja, ele disse que os sapatos ortopédicos não iam adiantar nada, por isso o melhor é deixar mesmo de usá-los...

Conclusão, a menina tem de andar muito de bicicleta para fortalecer as pernas e tornozelos, nadar muito para ficar com os musculos mais rijos, fazer muita ginástica também para fortalecer os musculos e não ganhar muito peso (esta parte é que é mais difícil... :-)). O ballet também faz bem, pois andar em bicos de pés é excelente para fortalecer os músculos, o problema aqui é que das aulas que eu assisti nunca vi a Rita andar em bicos de pés ;-)

Só lá para os seis anos é que se pode fazer um diagnóstico mais concreto, pois até lá o corpo dela ainda se está a formar, por isso agora é esperar para ver como irá ela crescer...

Sem comentários: